quinta-feira, 9 de junho de 2011

Parabéns a Todos os Participantes - Fotos Série I



Chegou ao fim este fantástico rallye internacional. Foram mais de 50 carros participantes (limite do regulamento), que percorreram quase 1.700 quilometros de muita emoção, transitando por paisagens lindissimas e serras desafiadoras. Poucos carros quebraram de forma definitiva, mas foram substituídos... outros tiveram que trocar o para-brisa, como o caso do único VW do rallye; estrangeiros como os uruguaios, passaram a noite arrumando o Ford Escort, enquanto os portugueses fizeram a prova noturna sem um único farol (o suporte do alternador do Volvo Amazon, quebrou no início da prova), mesmo assim, os times seguiram todo o rallye - acreditem... o rallye estava tão bom, que alguns foram depois da prova noturna (sábado), para um casamento em São Paulo, e voltaram depois da festa de madrugada, para terminar a prova no dia seguinte. Isso é espirito de rallye e de companherismo.
O primeiro dia foi uma prova leve, mas com um cartão de visitas do que seriam as legs seguintes: descida da Serra Taubaté-Ubatuba! O Rolls-Royce 1927 fazia as curvas fechadas com maestria. No segundo dia de prova, foi marcado pela leg mais longa (pelo roteiro, não poderia ser diferente). Os imprevistos foram: um dos trechos com preparação para recapeamento; na serra de Itamonte uma barreira caida e quase no final, num outro trecho, um caminhão capotado na BR040, fez com que pontos fossem perdidos e legs fossem anuladas. A compensação do dia foi a subida da Serra de Lídice, passando por túneis incríveis esculpidos na rocha por escravos no século 18; passagem defronte fazendas (casa grande) do século 17 e por dentro de cidades históricas como Bananal, além da subida da bela Serra de Itamonte (o almoço foi servido num fabuloso restaurante a quase dois mil metros de altitude, no Hotel São Gotardo).

A chegada em Tiradentes foi o ponto alto (o parque fechado - em rua dedicada exclusivamente para o evento - foi posicionado defronte o museu da Inconfidência em pleno centro histórico). O dia seguinte foi marcado pelas serras leves e altas do Caminho Real, almoçando no mítico Hotel Glória de Caxambu (rua fechada para o evento), com a chegada na cidade de Campos do Jordão (mais de 3.000 pessoas estavam a espera do rallye na rua fechada para tal, no centro da cidade. A largada noturna foi sob uma fina garoa, contudo, essa cessou antes mesmos dos carros atingirem a serra de descida da Pedra do Baú (altamente técnica) e da subida da serra velha (os times cariocas foram os únicos a não participar da chamada "Noite do Saci-Pererê"). No dia seguinte (último dia de prova), o rallye foi mais leve onde os carros que chegavam ao parque fechado do Shopping Iguatemi, eram recebidos com champgne.
O Shopping Iguatemi recebeu o rallye de forma explendorosa - a largada e a chegada foi recepcionada com Champagne, com um bufet fantástico, além de ter proporcionado aos times participantes um conforto extra na largada. Os organizadores agradecem e muito pelo esforço e dedicação do Raul e da Regina neste segmento. Medalhas foram distribuidas a pilotos e co-pilotos na chegada (medalhas esculpidas especialmente para marcar esse evento histórico), além deles receberem um badget confeccionado por um dos participantes do rallye Carlos Louro. O patrocinador Mont Blanc foi igualmente incrível, ainda ofertando para sorteio (os portugueses foram contemplados), com uma caneta de sua linha tradicional foleada a ouro - Fantásticas - não há outra palavra para descrever essas ações.
O rallye todo foi filmado pela FOX, para o Speed Channel (foram mais de 12 horas de material, que serão transformadas em 2 horas de DVD a ser distribuído futuramente para os participantes, e um programa de 1 hora de duração para transmissão no Brasil e América Latina). TVs locais, como Rede Globo, SBT, Bandeirantes e Record, estiveram presentes. Como foi feito antes, na participação da organização do rallye em programas de TV-Fechada, haverá nova participação em outros programas para falar do pós-rallye. A mídia especializada estava presente, inclusive com a cobertura de 4 revistas européias (inglesa, francesa, italiana e alemã). Mais de 70 blogs e portais noticiaram o evento e continuaram a ecoar o pós-evento. Um CD com fotos serão, igualmente, distribuídos aos participantes. Camaras onboard foram instaladas em vários carros do rallye, que farão parte de um segmento próprio.
A parte técnica, comandada pelo Dëcio, brilhou com seu livro de bordo, que além de conter todas as informações da prova, continha um resumo das rotas, rodovias e cidades históricas por onde passava o rallye, além de conter duas páguinas de telefones úteis, como hospitais, socorro mecânico e guincho 24 horas, policia rodoviária (federal e estadual), delegacias, concessionárias das estradas, etc. A logistica comandada pelo Zé Ricardo deu um show de competência.

Enfim - quem foi adorou, quem não foi... coitadinho... não chore... não se jogue no rio... não vá deixar de comer macarrão ou bem-casado... o ano que vem tem mais. Participe.

Primeira Série de Fotos

Fotos by Vera Lambiasi:





O exausto e feliz diretor de prova no MG 550 Turbo
Os bravos MGAs!
 
 





 

O mitico Karmanghia-Porsche do Fittipaldi e do Moco 
Uma das duplas femininas na classe turismo 
Time português no Volvo do Luis Cezar 
Fotos By Doni Castilho

 
Fotos by Luis Cezar


Filminho

10 comentários:

  1. Sensacional!
    Parabens para todos !!!

    ResponderExcluir
  2. Espetacular.
    Parabens aos organizadores e participantes.
    Estou torcendo para que no ano que vem tenha mais.

    ResponderExcluir
  3. Não poderia ser melhor, um Triumph em primeiro lugar !
    Reinaldo

    ResponderExcluir
  4. Reinaldo
    A competência é da dupla e não do carro, que por sinal é original, sem motor de Chevette.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado Zé Rodrigo e Vera.
    Luis Cezar

    ResponderExcluir
  6. Que bela prova! Parabéns a todos! Espero poder estar na próxima com meu MGB.

    ResponderExcluir
  7. Foi uma delícia participar, parabéns a todos, organizadores, pilotos, navegadores, apoio, etc...

    ResponderExcluir
  8. Detesto 'bem casado' mas macarrão tá no sangue.
    Não fui pq. fiquei sem automóvel para competir!!!!
    Simplesmente lindo, 'stupendo' e maravilhoso.
    Meus sinceros parabéns a todos vocês que deram uma aula de determinação e organização, aos participantes infinitos parabéns por acreditarem neste super projeto e por terem vivido esta experiência única!
    Abraços,
    Elisa

    ResponderExcluir